El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

         
   
La Jauría - Escuela de Destreza Canina Escuela de Agility Pucara Training Group Escuela de Adiestramiento Canino Accesorios para perros: Collares, Correas, Mordientes. Criadero Ayukelen - Beagles y Border Collies Criadero Compinche - Border Collie - Shetland sheppendog Criadero Argentino de Border Collies y Caniche
   
         
         
         
    El Agility en Latinoamerica - Tiago Rocha Vieira    
         
   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

¿Cómo fue que decidiste practicar Agility? ¿Cuándo empezaste? Contános un poco sobre tus primeros perros y experiencias.

Na epoca eu morava em Joinville – SC (sul do Brasil) trabalhava com cavalos e refrigeração industrial quando comprei meu mestiço de border collie chamado Mago para praticar pastoreio e me ajudar na lida do dia a dia na fazenda.

Em 2006 conheci o agility pela TV e comecei a praticar com ele, era muito divertido porque não conhecia das regras e não sabia das tecnicas de treinamento, pesquisei algumas coisas na internet e comecei a treinar, mas as informações eram poucas , não existia o que existe hoje na internet. No final de 2006 conheci 2 amigos (Aurelio Schubert e Fabiano Estigarribia) e começamos a viajar para São Paulo (berço do agility brasileiro) e ficavamos na casa do Dan Wroblewski junto com o Samy Wroblewski, nessa epoca comecei a dar passos maiores para a evolução do meu agility.

¿Quién ha sido tu principal referente en el Agility? ¿Cuáles son las mejores cosas que te ha dejado?

Samy Wrobleski (Brasil), Sylvia Vaanholt (Alemanha), Jenny Damm (Suecia). Adoro essa mistura de calma com os cães e agressividade na condução.

¿Cuáles son los aspectos que consideras debes mejorar como corredor o a donde apuntas tus entrenamientos?

Tenho alguns pontos a melhorar com o Happy, estou treinando muito as zonas de contato dele. Hoje tenho uma nova filhota a Life e estou cuidando e treinando com calma as zonas de contato, mas o meu foco hoje é em como deixar cada vez mais o meu cão motivado. Creio esse ser o ponto onde mais estudo e treino.

Se empieza a ver con más frecuencia perros entrenados para running contact, ¿Qué opinas sobre el método? ¿Lo usas?

Adoro. É muito lindo ver um cão fazendo runnig contact. Mas acredito que esse metodo não seja para todos os cães ou condutores, tem que haver uma sincronia muito grande entre a dupla. É um metodo demorado e tem que ser trabalhado com paciencia e disciplina. Ainda não tive a oportunidade de colocar esse metodo em meus cães, mas já treinei em outros dois cães de alunos do Dog World. Um Boston Terrier chamado Guaraná da aluna Rocio Nadal e Lily uma SRD do aluno Flavio,estou adorando os resultados.

Se ven muchos estilos bien marcados entre los grandes corredores del mundo, ¿Hay alguno que te guste en particular? ¿Te identificas más con unos que con otros?

Gosto muito de ver alguns condutores da França e Russia, acredito que hoje tento me identificar com alguns condutores mais agressivos na condução. Gosto de ver um cão idependente do condutor.

¿Qué podrías definir como tus principales ventajas, como guía de Agility?

Acredito um vantagem é dar aulas de agility, dou aulas no Dog World escola do Dan. Dando aulas posso ver varios tipos de cães com pessoas diferentes e isso me ajuda a estudar e colocar em pratica varias tecnicas de treinamento. Mas creio que estudar muito o esporte e me dedicar aos treinos sejam importantes também.

¿Crees tener aspectos por mejorar? ¿ Donde focalizas tus entrenamientos?

Sim, acredito que sempre temos algo a melhorar. O agility é uma atividade onde as mudanças acontecem todos os dias, a cada dia aparecem novas tecnicas para melhorar algo no cão ou no condutor.

Como comentei focalizo os treinamentos sempre na motivação do cão, e revezo meus treinos entre zonas de contato e trabalho de saltos.

Se nos acerca un nuevo A&C, esta vez en Colombia. ¿Qué significa para vos el A&C? ¿Qué expectativas tenés sobre el torneo en lo personal?

Para mim o A&C é um evento maravilhoso onde nós podemos rever amigos de varios paises e trocar muita informação sobre treinamento. Estamos evoluindo muito na organização e tecnicas, temos tudo para fazer do A&C um dos principais campeonatos de agility do mundo.

¿Cómo eres como profesor (instructor) de Agility? ¿Cuál es la idea que tratas de incorporar en tus alumnos respecto del deporte?

Sou um professor muito CHATO e exigente (rsrsrsrs), gosto de ver os exercicios sendo feitos corretamente, como imaginei, gosto de ver comprometimento com os treinos e acima de tudo muito amor com o seu amigo de 4 patas.

A principal lição que passo para os meus alunos é de ter um otimo convivio com o seu cão não somente em pista mas ter uma boa ligação durante toda a vida. AGILITY IS FUN.

¿Cuál es tu filosofía respecto de los entrenamientos? ¿A qué edad comenzar con un cachorro? ¿Qué cosas debemos evitar cuando comenzamos y cuáles debemos reforzar? ¿Qué miras a la hora de elegir un nuevo cachorro?

A minha filosofia é de sempre ter um treinamento divertido para o cão e condutor, sempre teremos dias de treinos bons e dias de treinos maus, mas sempre temos que nos divertir o maximo.


Devemos começar com o cão o mais cedo possivel fazendo truques, brincadeiras e socialização depois que tivermos um cão com os seus 9 meses de idade bem motivado e alegre podemos começar os treinos mais focalizados no agility.


Quando começamos devemos evitar levar o cão ao seu limite isso deixará ele desmotivado e sem vontade de treinar novamente, no começo devemos fazer treinos bem curtos e sempre deixar um gosto de quero mais. Sei que isso é muito dificil para nós quando vemos um filhote com muito potencial, mas isso será o melhor para o futuro do cão de agility.

Quando vejo um filhote, procuro um filhote alegre que domine a ninhada, que goste de brincar e comer e se possivel bonito rsrsrsrs.

¿Cómo vez el desarrollo del Agility en los demás países latinoamericanos?

Vejo um crescimento muito bom, todos estão querendo evoluir, todos estão buscando formas de melhorar em algum ponto. Isso é muito bom para o agility da America do Sul.

Se dice que Colombia extendió la invitación a corredores de EEUU, ¿pensás que sería buena su presencia? ¿Cómo vez al Agility latinoamericano para afrontar un desafío con corredores de EEUU?

Isso é maravilhoso , torço para que tenhamos competidores de EEUU na Colombia, isso será um grande passo para o agility na America do Sul. Acredito que temos otimas duplas para afrontar competidores de fora.

Este A&C será juzgado por los dos jueces del próximo mundial, ¿tenés alguna referencia de ellos? ¿Qué te parece que pueden tratar de presentarnos en este torneo?

Ouvi falar muito bem deles, são juizes que gostam de ver o cão mais solto e longe do condutor. Examinei algumas pistas e adorei, eles vão nos mostrar pistas e exercicios que estão nas ultimas competições como EO e AWC.

¿Cómo viste el desarrollo de Brasil comparado con el resto del mundo? ¿Cómo lo viste en el último mundial?

O Brasil como outros paises da america do sul vem evoluindo muito, acredito que estamos muito perto dos paises da europa na forma de conduzir. O Ultimo mundial foi em um pisto diferente para nós, acredito ter influenciado um pouco em nossos cães que estão acostumados a treinar em competir na grama sintetica. Mas gostei de ver muitas coisas em nossos cães parecidos com o resto do mundo.

Sabemos que además eres Juez de Agility , ¿cómo podrías definirte como Juez?


Quando me formei juiz, fiquei muito feliz pois estava entrando no outro lado do agility. Hoje adoro esse lado, montar exercicios e ver como os condutores vão passar por eles e se vão passar como imaginei ou não. Tento colocar em minhas pistas exercicios que estão sendo feitos em outras partes do mundo, sempre atento com o grau de dificuldade que estou julgando. Acredito que juizes podem ajudar o crescimento do agility com pistas e exercicios elaborados.

¿Se puede identificar a tus pistas por alguna característica Particular?

Adoro ver em minhas pistas muita velocidade com alguns pontos de controle, gosto de fazer pistas com tudo pivot, blind e back. Acabo colocando nelas muitas das coisas que eu gosto de treinar.

¿Cómo ves el rol del Juez en el desarrollo del Agility?

Cada vez mais as pessoas estão vendo a importancia de ser juiz e isso só vem melhorando o nivel dos julgamentos.

Por último, ¿Qué planes tienes a futuro?

Continuar ajudando onde posso para que esse esporte maravilhos continue crescendo cada dia, não somente no Brasil, mas em todo o mundo.

Luciano Peccin

 

   
       
       
       
       
         
       
Webmaster Rodrigo P. Balsells - webmaster@agility-argentina.com.ar